Bangu Presente prende grupo acusado de cobrar taxa de segurança | Jornal em Destaque

Bangu Presente prende grupo acusado de cobrar taxa de segurança

.





Bangu Presente prende grupo acusado de cobrar taxa de segurança

25/06/2020 12:36 ( Atualizado em 28/06/2020 14:52) | Rio de Janeiro | Governo do Estado |

Helio de Carvalho

Agentes da Operação Bangu Presente prenderam, na noite desta quarta-feira (24) oito homens acusados de agir como milicianos, cobrando taxa de segurança de moradores e comerciantes da região. Eles usavam camisetas com a inscrição Apoio Presente. Segundo uma denúncia que chegou à Ouvidoria da Secretaria de Estado de Governo, o grupo estava coagindo as pessoas a pagarem uma taxa em troca de suposta segurança.

 

A informação foi repassada para a Corregedoria e o Núcleo de Inteligência da Segov, que participaram da ação com os agentes de Bangu. Ao chegar ao local, encontraram homens com radiotransmissores, cones demarcando ruas e fichas de cadastro onde a pessoa se compromete a contribuir para o Apoio Presente . Os oito suspeitos - um deles policial militar - foram levados para a 35ª DP. 


Grupo estava coagindo as pessoas a pagarem uma taxa em troca de suposta segurança (Foto divulgação) Grupo estava coagindo as pessoas a pagarem uma taxa em troca de suposta segurança (Foto divulgação)

"Não permitiremos que ninguém manche o nome do Segurança Presente, um programa em que a população confia e aprova", ressaltou o secretário de Governo, Comunicação e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues.









PALAVRA DO ASSINANTE SOBRE Bangu Presente prende grupo acusado de cobrar taxa de segurança

Exibindo 0 Comentários


Quer comentar a matéria?






ACR      
Anuncie      
Contador      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados