apuração em tempo real eleições 2020
Receba noticias em seu Whatsapp gratis



Demissão da funcionária gestante | Jornal em Destaque

Demissão da funcionária gestante

.



Demissão da funcionária gestante

02/10/2020 10:42 | Miguel Pereira | Colunista |

Dr. Cleber Brazuna

Alguns colegas de profissão irão dizer que eu quero botar fogo no parquinho, mas, com toda certeza alguns empresários irão ler essa matéria com um pouco mais de atenção.


Enfim, a gestante pode ou não pode ser demitida?


É interessante como que em alguns casos após a noticia da gestação algumas funcionárias simplesmente se tornam um verdadeiro peso para os empresários.


Não quero aqui generalizar os casos onde clinicamente temos uma necessidade real de repousos, esses, com toda certeza devem ser cercados de todo cuidado, pois é de uma nova vida que chega para trazer alegria e felicidade, mas, quem nunca se deparou com uma gestante que simplesmente se aproveita da situação para aprontar poucas e boas no local de trabalho.


Primeiramente temos que entender que, a proteção dada à gestante é apenas em relação à demissão arbitrária, ou seja, demissão sem justa causa, não sendo essa proteção absoluta sendo possível a demissão por justo motivo (art. 482 CLT).


A justa causa é a penalidade mais grave que se pode aplicar à um funcionário, com consequências diretas na vida profissional, familiar e social da empregada e por esse motivo, o empregador que desejar ou precisar sustentar a demissão de uma gestante deve estar certo e muito bem assessorado, porquê a conta pode ficar muito cara.

Por esse motivo é necessário demonstrar de forma muito cristalina a conduta faltosa praticada pela funcionária.


Uma das práticas mais comuns e que justificam a quebra da estabilidade provisória da gestante é a apresentação de atestados médicos falsos.


Havendo a suspeita dessa conduta, o empresário deve ser rápido, porém cercado de cuidados. Em primeiro lugar solicitar ao emitente do atestado (hospital ou clínica particular) que comprove a veracidade do documento e, com a resposta, sendo confirmada a falsificação é imperioso que se faça um registro de ocorrência policial.


A adulteração ou falsificação de atestado médico também abrange a esfera criminal, podendo configurar crime de falsidade ideológica (CP, art. 299) e de falsificação de documento (CP, arts. 297 e 298), com pena de até seis anos de reclusão.


Antes que alguém pergunte se há dano moral em solicitar o Registro de Ocorrência, eu posso dizer que informar às autoridades a suposta ocorrência de um crime não ofende a moral e a dignidade de nenhuma pessoa, o que não se pode fazer é tornar a suposta falsificação pública entre os colegas de trabalho, devendo o empresário conduzir toda a fase que antecipa a demissão de forma muito sigilosa para que a imagem do funcionário não fique exposta.


Chegada a hora de efetivamente demitir a Gestante por Justa Causa, a contabilidade deve atentar para os prazos e cálculos das verbas rescisórias e, o empresário, se preparar porquê com toda certeza essa gestante vai tentar reverter a demissão na esfera judicial, sendo certo que toda proteção estará com ela mas como diriam os mais velhos “mentira tem perna curta”.


É claro que o empregador precisa ter bom senso na hora de lidar com a gestante e precisa entender que suas condições físicas e emocionais não são as mesmas e, que em vários casos a criança chega em um momento turbulento da família, fatores que irão impactar diretamente na relação com os colegas de trabalho.


Bom mesmo é que a gestante curta o belo momento de chegada de uma nova vida, sendo uma funcionária exemplar adorada por todos e curtindo aquele chá de bebê com as amigas de trabalho às vésperas do parto.


Ficamos por aqui e até a próxima









PALAVRA DO ASSINANTE SOBRE Demissão da funcionária gestante

Exibindo 0 Comentários


Quer comentar a matéria?






Contador      
Tenis      
ACR      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados