Witzel visita terreno onde se pretende construir o hospital de Miguel Pereira | Jornal em Destaque

Witzel visita terreno onde se pretende construir o hospital de Miguel Pereira

Enquanto visitava a cidade, seu governo fechava os hospitais de campanha





Witzel visita terreno onde se pretende construir o hospital de Miguel Pereira

18/07/2020 13:36 ( Atualizado em 26/07/2020 14:22) | Miguel Pereira | Cidade |

Helio de Carvalho

O governador Wilson Witzel visitou, nesta sexta-feira (17), o terreno onde se pretende construir o futuro hospital municipal de Miguel Pereira. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Governo do Estado e a prefeitura e, no terreno de nove mil metros quadrados, que recentemente o ED mostrou que nada havia sido feito, apesar da placa indicar que as obras iniciaram dia 1º de abril, além do centro de saúde, abrigará uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ao todo, o investimento da administração estadual na saúde de Miguel Pereira soma R$ 31,5 milhões. Witzel caminhou no barro acompanhado do secretário de estado de Saúde, Alex Bousquet, do prefeito André Português, entre outros.

Nosso governo também tem o olhar voltado para o interior fluminense. Por isso, é preciso investir nos municípios e Miguel Pereira é um deles. Só para a saúde, o Estado repassou R$ 31,5 milhões. O complexo vai atender não só os moradores daqui, mas também de toda a região do Centro Sul do Rio de Janeiro”, disse Witzel.

 

O Jornal da Record publicou recentemente um documento que obteve com exclusividade do Superior Tribunal de Justiça que aponta o governador do Rio de Janeiro, responsável por comandar um suposto esquema de fraude na saúde pública durante a pandemia. Witzel responde também por suposta corrupção na Justiça. O processo de impeachment segue em andamento na Assembleia Legislativa do estado.


Funcionários chegam para trabalhar no hospital do Maracanã, enquanto estava sendo esvaziado (Imagem: Marcos Vidal/Futura Press/Estadão) Funcionários chegam para trabalhar no hospital do Maracanã, enquanto estava sendo esvaziado (Imagem: Marcos Vidal/Futura Press/Estadão)

Enquanto Witzel visitava Miguel Pereira, seu governo anunciava o fim temporário das atividades dos hospitais de campanha do Maracanã e de São Gonçalo. A Secretaria Estadual de Saúde informou que a decisão se deve ao fim do contrato do Governo com a Organização Social Labas, que administrava as unidades. Os pacientes que se travam da covid-19 nos dois hospitais foram transferidos. Os dois hospitais eram os únicos em funcionamento dos sete prometidos pelo governador Wilson Witzel (PSC), em março. A SES (Secretaria Estadual de Saúde) informou que a interrupção das atividades é "preventiva", já que o governo foi informado do término do vínculo com a Labas, na última terça-feira (14).


Em Miguel Pereira, só para a instalação do novo hospital, o Estado repassou, diz a nota oficial do governo, R$ 25,5 milhões - R$ 18 milhões para as obras e R$ 7,5 milhões para aquisição de equipamentos. Além disto, a promessa é que no terreno haja um hangar para a aeronave do Corpo de Bombeiros para atender toda a região. As “obras”, que estão a cargo da prefeitura, devem ser concluídas até o segundo semestre de 2021, afirma a nota. Entretanto, não foi dito o que será feito do atual hospital municipalizado nem sobre o processo contra a prefeitura, que pede uma indenização na ordem aproximada de R$ 30 milhões.

Outras visitas em Miguel Pereira

O governador começou a visita ao município de Miguel Pereira no terreno onde a prefeitura diz que será construído o parque Mundo dos Dinossauros. A expectativa é de aquecer o turismo, mas não foi apresentada a empresa que fará o investimento nem de quanto será, para que o parque saia do sonho para a realidade. Até o momento, a prefeitura gastou R$ 854.384,47 na colocação de bloquetes no acesso.

Em seguida, o governador foi às obras da chamada "Rua Coberta". No espaço cedido pela prefeitura à iniciativa privada para explorar por 25 anos, podendo estender por mais 25 (total de meio século) e que a população ainda não sabe ao certo qual será o retorno financeiro para o município. Ali estão sendo construídas duas salas de cinema, sendo uma reversível para teatro, além de outros espetáculos de cunho cultural e apresentações artísticas. Também haverá uma praça de alimentação, com bistrôs e restaurante panorâmico – só não se sabe se a “vista” será para a RJ-125 ou para os restaurantes que estão de portas fechadas por falta de incentivo da prefeitura.

 

Foto manchete: Rogério Santana









PALAVRA DO ASSINANTE SOBRE Witzel visita terreno onde se pretende construir o hospital de Miguel Pereira

Exibindo 0 Comentários


Quer comentar a matéria?






Anuncie      
Contador      
ACR      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados