Há semelhança entre registro profissional de artista e liberdade de expressão artística? | Jornal em Destaque

Há semelhança entre registro profissional de artista e liberdade de expressão artística?

Após anos de luta para regulamentar suas profissões, PL 4356/19 acaba com a obrigação do DRT





Há semelhança entre registro profissional de artista e liberdade de expressão artística? *

21/02/2020 10:03 | Miguel Pereira | Colunista |

Fabio Kleine

Artista carrega um estigma de que não é trabalhador. Quantas vezes eu ouvi a pergunta: “O que você faz?” e eu respondia sou ator, faço teatro. E a pergunta seguinte era: “Mas trabalha em que?”, numa clara demonstração de que o ofício de artista nunca foi visto como profissão e, sim, como lazer, distração ou hobby. 


Ainda hoje conseguimos testemunhos de companheiras atrizes que aturaram na época em que eram discriminadas da mesma maneira como eram as prostitutas. Hoje as atrizes que desfilam na mídia são celebridades, fazem parte da sociedade burguesa e compõem a elite glamourosa da categoria. As prostitutas continuam a ser tratadas da mesma maneira. Vitória da classe artística e derrota da prostituição, que continua nas mãos dos gigolôs misóginos, pedófilos e exploradores de mulheres, sem os mínimos direitos.


Durante a segunda metade dos anos 1970, ou seja, há cerca de 40 anos, nomes como Jorgeh Ramos, Pietro Mário, Lélia Abramo e mais uma grande quantidade de artistas e técnicos de teatro, circo, cinema, TV debateu, incansavelmente, a regulamentação de suas profissões. Esta luta foi para que as categorias de trabalhadores em espetáculos de diversão pudessem ter seus direitos assegurados, com vínculo empregatício como qualquer outro profissional. Isto não tem nada a ver com a justificativa do deputado Gilson Marques (NOVO-SC) que recorre à Constituição onde diz que “assegura a liberdade de expressão da atividade artística, além do livre exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão” para acabar com a obrigatoriedade do registro profissional para a categoria. Ora, há que haver um mínimo de bom senso ao interpretar o que reza na nossa Carta Magna. Liberdade de expressão artística assegura a qualquer artista que tenha o direito de se expressar, independente de ter registro profissional ou não. Para fins de trabalho remunerado com vínculo empregatício, aí sim, o registro profissional regulariza a situação do(a) trabalhador(a). Se esta linha de raciocino for levada ao pé da letra, como a trata o ilustre deputado, “além do livre exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão” deveria ser entendido da mesma forma. E, como ficariam as atividades de médicos, engenheiros, advogados e etc, etc, etc... sem obrigatoriedade capacitação técnica e registro profissional, nestes termos?


Jorgeh José Ramos foi ator, locutor, jornalista e dublador brasileiro (Foto divulgação) Jorgeh José Ramos foi ator, locutor, jornalista e dublador brasileiro (Foto divulgação)

Este Projeto de Lei vem fazer eco com a PGR – Procuradoria Geral da República, que questiona no STF – Supremo Tribunal Federal, a exigência de diploma ou certificado de capacitação para registro profissional de artistas e técnicos em espetáculos de diversão, que joga na lixeira os cursos de Artes Cênicas exercidas por quem quer se especializar nestas atividades.


Percebemos que a Cultura e as artes têm sido discriminadas nestes últimos anos e, até mesmo, criminalizada por um processo de “demonização” destas atividades, juntamente com toda a classe trabalhadora. Isto se torna claro com a extinção dos ministérios da Cultura e do Trabalho, e a censura implantada nas instituições federais da área cultural, como ANCINE, FUNARTE entre outras.


Nas Redes Sociais as críticas a tais atitudes têm sido bastante acaloradas por colegas de profissão, companheiros de trabalho, indignados que estamos com mais este desrespeito e discriminação às nossas categorias profissionais.


Estamos nos colocando radicalmente contrários a este PL, por entender que interesses, principalmente de emissoras de TV, estejam sendo contemplados neste caso.


#NaoAoPL4356/19
#ProfissaoArtista















Contador       ACR       Anuncie      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados