Contribuinte não pode mais abater doméstica no Imposto de Renda | Jornal em Destaque


Ouça a Noticia!

Contribuinte não pode mais abater doméstica no Imposto de Renda

.





Contribuinte não pode mais abater doméstica no Imposto de Renda

13/01/2020 16:46 | Rio de Janeiro | Economia |

Helio de Carvalho

Para quem declara Imposto de Renda, 2020 já chega com uma importante informação, sendo que não será permitida mais a dedução da contribuição previdenciária patronal de empregada doméstica, conforme Lei 9.250/95 artigo 12 inciso VII.

 

Segundo a lei, a Contribuição Previdenciária paga pelo empregador doméstico não pode mais ser deduzida do IRPF/2020, pois a lei somente permitiu até o exercício de 2019, ano-calendário de 2018. Este era um importante benefício que objetivava o crescimento da formalização desta área de trabalho.

"Com esta novidade, neste ano, o contribuinte que tem regularizado este tipo de contratação deixa de se beneficiar de até R$ 1.251,00 do incentivo fiscal, por registrar um doméstico. Isto, sem dúvida, é um desestímulo ainda maior à manutenção do emprego formal por parte do cidadão, principalmente de classe média", analisa o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos.


A lei que permitia o benefício entrou em vigor em 2006 e definia que só valeria até o pagamento do IR de 2019. Como não ocorreu nenhuma previsão legal de mudança, esta possibilidade se encerrou no dia 31/12/2018. A legislação estabelecia o limite para o abatimento equivalente à contribuição do INSS de um único empregado doméstico por declaração de IR.









PALAVRA DO ASSINANTE SOBRE Contribuinte não pode mais abater doméstica no Imposto de Renda

Exibindo 0 Comentários


Quer comentar a matéria?






ACR      
Contador      
Anuncie      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados