Um Time e a Liderança. O que faz um time ou uma empresa de sucesso? | Jornal em Destaque


Ouça a Noticia!

Um Time e a Liderança. O que faz um time ou uma empresa de sucesso?

.





Um Time e a Liderança. O que faz um time ou uma empresa de sucesso? *

10/12/2019 13:14 | Miguel Pereira | Colunista |

Prof. Manhães

Estava, certa vez, com minha esposa – a digníssima – tomando um chopp no Centro do Rio, no Menezes Cortes, oito da noite, quando chegou a hora da despedida:


– Vou para casa.

– Eu vou encontrar o Jorge às 9:30h, para discutirmos aquele projeto de Maricá. Antes vou comprar uns negócios de informática.

– “Tá”.

– “Tá”. Beijinho.

E foi.


Nove e meia me encontrei com o Jorge. Quanto estava chegando o segundo chopp, ele disse:


– Manhães, encontrei com a Silvinha e com a Elaine, no barzinho do Metrô e...

– Elaine? Minha mulher?

– É, cara, tava com a Silvinha... Com a Silvinha! Meu amigo, fica frio, que não foi dessa vez (risos).

– Não, não tem problema. Eu não sou ciumento. Inclusive, vamos pedir a conta que eu não “tô” com sede hoje.

 

Cheguei em casa e o pezinho ficou batendo no chão (esperando) por mais duas horas. Quando ela entrou, comecei a esbravejar. “Por que você é isso, é aquilo...”. E ela quietinha; cabeça baixa, olhinhos de criança coitadinha. Mas ela não toca. NÃO TOCA! Ela sabe que no desabafo, se tocar, explode junto. E esperou uns quarenta minutos, até o resmunguento se acalmar. Então, chegou para mim, abriu a mão e disse: “bombom de licor pra você”.


Meus olhos tentaram me enganar, mas retruquei desafiante: “’cê’ sabe o que você faz com este bombom, não sabe?”.


Mais um tempinho passou. Uma e meia da manhã, e ela aparece com um baby-doll sensual, desfilando pela casa:


– Oi, querido. Tudo bem?

– Não vem com essa não (meus olhos mais uma vez me provocavam). Hoje vou dormir virado para a parede – e dei aquela última olhada de soslaio.


De manhã, fui acordado com beijinhos. E o que vi:

– Olha só! Cafezinho na cama! Que “mara”...

– “Pera” aí... Eu “tô” zangado contigo!

 

Chegou a hora do almoço e ela convidou:

– Neguinho, vamos comer aquele porquinho no Joca?

– Que delícia! Vamos nessa!


Demos os braços e fomos, felizes da vida. E pronto. O bem aos poucos, o mal de uma vez só. Lá foi o bobo que de nada mais lembrava.


Quando um líder muda tudo? Por que às vezes, numa empresa, como num clube, quando temos as mesmas pessoas, quer dizer, o mesmo material humano, o mesmo dinheiro, ao trocarmos um técnico, um líder, tudo muda?


Quando dizemos que essa do Nini é quase uma ciência, física, é porque, neste caso, como dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço, os eventos se anulam. Quer dizer: você dá um presente a uma criança e ela sente “uma“ felicidade. E se você der cinco presentes ao mesmo tempo para ela? Ela conseguirá sentir “cinco” felicidades?


A ideia de Maquiavel (Nini, para os íntimos) não é falar bem ou mal do ser humano. Apenas dizer o que ele é, como ele funciona. Se você quer que seu filho fique feliz cinco vezes, o que fará? Dará um presente a cada dia ou semana ou mês. E isto é bondade, não maldade, transgredindo o que muitos dizem. Para Maquiavel não há como fazer o bem sem que se conheça a maldade e os entendimentos do ser humano.


O bem tem de agir, porque a maldade trabalha sem parar.


Para termos um time, uma empresa de sucesso, precisamos de bons líderes¹.


¹Extraído do Livro Administração de Guerra, do autor.









PALAVRA DO ASSINANTE SOBRE Um Time e a Liderança. O que faz um time ou uma empresa de sucesso?

Exibindo 0 Comentários


Quer comentar a matéria?






Contador      
Anuncie      
ACR      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados