Receba noticias em seu Whatsapp gratis








Libras



W FORCE: Atletas de Miguel Pereira conquistam medalhas em Juiz de Fora | Jornal em Destaque por Thais Carvalho em ESPORTES

W FORCE: Atletas de Miguel Pereira conquistam medalhas em Juiz de Fora

Academia Star Fighters vence três das quatro lutas que disputou.



W FORCE: Atletas de Miguel Pereira conquistam medalhas em Juiz de Fora

12/02/2019 15:00 ( Atualizado em 13/02/2019 15:20) | Outros | ESPORTES |

Thais Carvalho



Por: Thaís Carvalho

 


A Arena Mariano Hall foi palco do evento W Force - A Força do Guerreiro, neste sábado (9). O evento que mudou o cenário de lutas na cidade de Juiz de Fora (MG), marcou sua primeira edição trazendo para o público lutas amadoras e profissionais.


Iniciando às 08:30h e seguindo por todo o dia, a W Force contou com participações de academias de várias cidades do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Durante o evento aconteceram lutas disputadíssimas, entre competidores separados por categoria de peso e modalidades, tais como, Boxe, MMA e Muay-thai. Cada lutador que ganhava levava uma medalha para casa, representando também a sua academia.


A cidade de Miguel Pereira foi representada pela academia Star Fighters, que além de prestigiar o evento também participou dos combates.  Os atletas acompanhados pelos Mestres Juninho Arbítrio e Washington Oliveira tomaram a estrada pela manhã rumo a Juiz de fora, para conseguir mais uma vitória fora de casa. O ED acompanhou com exclusividade mais esta investida da academia miguelense desde a viagem às lutas dos atletas. 


O evento contou com uma diversidade de competidores, seja por cidades, idade e sexo. A primeira luta que abriu o evento foi da categoria infantil, objetivando mostrar que o esporte pode ser praticado em várias idades.


A primeira medalha da equipe miguelense veio com o lutador Arthirsson Nascimento (18), contra o lutador Iron Menezes, ambos da categoria peso 75 kg, Muay-thai.


Logo em seguida começaram as lutas femininas, onde Deiseane Silva (22), na categoria 60kg, Muay-thai teve um excepcional desemprenho. A lutadora foi a única mulher a representar a equipe de Miguel Pereira no evento e garantiu não só uma vitória, mas, segundo ela, uma vitória por ser mulher e mostrar que as mulheres podem sim e devem investir no esporte; e que lutar é uma forma de vencer muitas barreiras na vida.


CUIDADOS COM OS EXCESSOS


Compor uma equipe muito bem representada por excelentes atletas, investir em muito treino, boa alimentação e força de vontade são essenciais, mas todo competidor precisa estar atento ao excesso de treino, que pode acabar causando um efeito contrário à sua performance ou gerando um overtraining, que é uma condição resultante de se fazer mais exercícios do que seu corpo é capaz de se recuperar.


Foi exatamente o que aconteceu com o lutador Felipe Rodrigues, de Miguel Pereira, em uma das lutas mais empolgantes do W FORCE, a primeira da modalidade Boxe do evento, na categoria 70kg. Felipe, que é conhecido pelo seu bom desenvolvimento durante os treinos, lutou contra Gelson Douglas, da cidade de Juiz de fora, e não conseguiu a vitória sobre seu adversário. Segundo seu técnico, ele sofreu um overtraining devido ao excesso de treino e pouco descanso. Apesar disto, a Academia Star Fighters e a cidade de Miguel Pereira têm muito a comemorar... foi uma participação vitoriosa, onde das quatro lutas que participou, conquistou três medalhas:

·       Arthirson Nascimento - 75kg, Masculino, Muay-thai.

·       Alisson Ventura - 70kg, masculino, Muay-thai (vitorioso por W.O devido a desistência de seu adversário).

·       Deiseane Silva - 60kg, feminino, Muay-thai.


À noite, a arena estava repleta de fãs de luta livre e de ícones do MMA, como o ex-presidente da UFC, Pedro Rizzo; e os lutadores de Boxe e MMA Gilard Paraná e Jessica Andrade.


As grandes lutas profissionais duraram até às 23h e o evento teve um grande encerramento com o show da banda Muamba. Os organizadores e patrocinadores relataram que pretendem, sim, realizar novas edições do evento com a inclusão de novas academias e voltado para a acessibilidade, que também foi destacada nessa edição.


Feliz com os resultados de seus atletas, o Mestre Juninho Arbítrio fez muitos agradecimentos:


Quero primeiramente agradecer a Deus, porque sem sua permissão nada nos é permitido. Fomos com quatro atletas e voltamos com três vitórias! O resultado de um bom trabalho vem assim, com frutos", disse.


Ao Jornal ED, o mestre declarou:


“Também quero agradecer aos nossos amigos Helio de Carvalho [Redator-chefe] e Thaís Carvalho [que cobriu o evento], que sempre tiveram a boa vontade de nos acompanhar e nos dar cobertura jornalística através do Jornal Em Destaque. Se a nossa equipe hoje teve um alcance de fama tão grande foi graças a vocês! Muito obrigado por fazerem parte também da nossa equipe”. 









Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!














 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL