Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência no nosso site.

Para obter mais informações, consulte nossa política de cookies

LER A POLITICA DE PRIVACIDADE E COOKIES

ACEITAR




Enquanto um promete, outro faz: São Paulo recria Jurassic Park ao ar livre | Jornal em Destaque

Enquanto um promete, outro faz: São Paulo recria Jurassic Park ao ar livre

Atração inaugurada em parque cria percurso para ser feito de carro com 50 réplicas em tamanho real



Enquanto um promete, outro faz: São Paulo recria Jurassic Park ao ar livre

13/10/2020 17:21 ( Atualizado em 17/10/2020 22:27) | São Paulo | GERAL |

Helio de Carvalho

Enquanto a população de Miguel Pereira – e demais municípios do estado do Rio de Janeiro, muito em razão do anunciado apoio do governador hoje afastado Wilson Witzel – espera a promessa do parque dos dinossauros se concretizar, em São Paulo não houve promessa, mas já inaugurou o Jurassic Safari Experience!


Governador afastado Wilson Witzel em visita ao local onde se pretende criar o parque miguelense Governador afastado Wilson Witzel em visita ao local onde se pretende criar o parque miguelense

A atração, que teve início na quinta-feira (1º), leva ao parque Burle Marx um circuito com 50 réplicas robóticas em tamanho real de diferentes dinossauros. Como mandam os protocolos de segurança da quarentena, o trajeto é inteiramente feito de carro.


Inédito, o passeio faz do parque municipal um cenário imaginário habitado pelos animais pré-históricos. Como num safári real, todos ficam soltos e são observados do interior dos veículos enquanto circulam entre os carros. Eles se mexem rodeados pela vegetação de mata atlântica do parque, que tem parte do paisagismo assinado pelo próprio Burle Marx.


Durante todo o percurso, que dura pouco mais de uma hora, ninguém pode sair de seu veículo. O percurso leva à uma arena, onde acontece um show no final.


Entre os destaques está o tiranossauro rex, que tem mais de 20 metros de altura e costuma ser o mais aguardado pelos visitantes. Mike, personagem fictício que serve de guia do passeio, diz que o predador e os outros seres pré-históricos da atração foram recriados por um grupo de cientistas com base em DNA de fósseis – repetindo o roteiro que consagrou Spielberg com seu longa, Jurassic World (Mundo dos Dinossauros).


Mas, nem tudo é ficção. Cada uma das espécies é apresentada com informações científicas e didáticas, ideais para crianças. A consultoria foi feita pelo paleontólogo Bruno Gonçalves Augusta, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo.


Em Miguel Pereira, cujo governo prometeu instalar 32 réplicas (18 a menos que em São Paulo) com movimento e tamanho real, apenas pavimentou um trecho de acesso ao local onde foi prometido criar o parque, e nada mais. O investimento custou aos cofres públicos cerca de R$ 900.000,00.


Jurassic Safari Experience


Parque Burle Marx, Av. Da. Helena Pereira de Moraes, 200 (Parque do Morumbi, região oeste). Sextas 18:30h e 20h. Sábados 11:30h, 14:30h, 19h e 20:30h. Domingos 10h, 13h, 16h, 17:30h, 19h e 20:30h. Até 29/11= 75 min. Livre. Depois, ingressos: R$ 140 a R$ 200 por veículo (com até 4 pessoas) pelo jurassicsafari.com.br


[Extraído do texto de Isabel Teles à Folha/UOL]






PALAVRA DO ASSINANTE SOBRE Enquanto um promete, outro faz: São Paulo recria Jurassic Park ao ar livre

Exibindo 0 Comentários


Quer comentar a matéria?






Tenis      
Contador      
ACR      
-
 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados